CNBB adere à iniciativa do Papa em prol da Síria


“Não é possível tentar resolver os problemas através da força”: palavras do Secretário-Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Dom Leonardo Steiner.

Em entrevista à Rádio Vaticano, Dom Leonardo manifesta a total adesão da CNBB ao dia de oração e jejum convocado pelo Papa Francisco em prol da Síria: "Em primeiro lugar é bom ressaltar a iniciativa do papa Francisco de convocar um dia de jejum e oração. Jejum é busca de abertura, de sensibilidade, de compreensão. Jejuar abre toda a nossa pessoa ao diálogo, e no momento a Síria exige muito diálogo. Mas também de oração: nós nos unimos, nós nos congregamos, nós estabelecemos com Deus e com os irmãos um momento da intimidade, de uma relação mais profunda. Então esses dois elementos que o Papa nos convoca são muito importantes. A Igreja no Brasil entendeu esse pedido do Santo Padre. Em todas as paróquias, as dioceses, nós estamos insistindo para que os nossos irmãos e irmãs realmente participem deste momento, atendam este apelo do Santo, porque não é possível nós somente tentarmos resolver os problemas através da força. Existem outras forças muito mais importantes, existem buscas muito mais profundas que podem nos ajudar na solução da questão da Síria".

RV:- Dom Leonardo, a vigília coincide no Brasil com o Grito dos Excluídos, que este ano tem como tema a juventude. Dom Leonardo, este é um motivo a mais para rezar e jejuar?
Dom Leonardo - É um motivo a mais. E os nossos jovens têm sensibilidade para isso. Nós vimos, especialmente na visita que o Santo Padre fez ao Brasil, a presença dele na Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro, como os nossos jovens são sensíveis a essas questões que dizem respeito à pessoa humana, aos pobres e aos conflitos. Eles certamente no momento do Grito dos Excluídos haverão de ver e analisar também esta questão. Ainda hoje, a presidência da CNBB publicará uma nota incentivando todos os cristãos, não somente os católicos, a participarem deste dia de jejum e oração.


Pedido feito por Dom Moacir, para que as paróquias da Arquidiocese participem

fonte: Rádio Vaticano

Relacionados aos seus interesses

0 comentários