As palavras dos santos sobre a oração





"Quem não pede não recebe." — Sta. Teresa.

"Deus dá algumas graças, como o começo da fé, mesmo aos que não pedem; outras, como a perseverança, reservou para os que pedem." — Sto. Agostinho

"Peçamos-lhe não coisas pequenas e vis, mas, sim, coisas grandes". — Sto. Agostinho

"Deus manda-nos algumas coisas superiores às nossas forças, para que saibamos o que lhe devemos pedir." — Sto. Agostinho

"Deus não quer dar-te logo o que pedes, para aprenderes a desejar com grande desejo." — Sto. Agostinho

"A oração é a mais poderosa arma para nos defendermos dos inimigos de nossa salvação. Entre os meios que Jesus recomendou, deu primeiro lugar à oração." — S. Carlos Borromeu

"São fortes as potências do inferno, entretanto, a oração é mais forte do que todos os demônios, porque nos consegue o auxílio divino." — S. Bernardo

"A oração é âncora para os flutuantes, tesouro para os pobres, remédio para os doentes e preservativo para os sãos." — S. João Crisóstomo

"A oração aplaca a ira de Deus, porquanto Deus perdoa logo a quem com humildade lhe pede, concede todas as graças pedidas, vence todas as forças do inimigo, em resumo, transforma os cegos em iluminados, os fracos em fortes, os pecadores em santos." — S. Lourenço Justiniano

"Nada há mais poderoso do que um homem que reza." — S. João Crisóstomo

"Pedes e não recebes, porque tua oração foi mal feita ou sem fé, sem devoção ou desejo; ou porque pediste coisa que não se referia à tua salvação eterna, ou pediste sem perseverança." — S. Basílio

"Devemos nos esforçar por rezar no começo de todas as ações." — S. Lourenço

"Ninguém tenha em pouca conta a oração, pois Deus não a tem em pouca conta; pois Ele ou dá o que pedimos, ou dá o que deve ser-nos mais útil." — S. Bernardo

"A divina misericórdia é uma fonte imensa; e nós apanhamos as graças com os vasos da confiança; quem vier com um vaso maior poderá tirar maior número de graças”, diz S. Bernardo.

Mesmo se formos pecadores: “Tu não desejas tanto o perdão de teus pecados, quanto Deus deseja perdoar-te.” — S. João Crisóstomo

"Deus demora em atender-nos, não por repelir as nossas orações, mas para nos tornar mais fervorosos e nos atrair para Si." — S. João Crisóstomo

S. João viu as orações dos santos como incenso, oferecido pelas mãos dos anjos, e como redomas de ouro cheias de suave perfume e muito agradáveis a Deus.





Fonte: retirado do livro de orações "O Santo Terço em
Família"


font:



Relacionados aos seus interesses

0 comentários