Confissões Santo Agostinho 197 págs


Biografia do filósofo e padre da Igreja. Filho de mãe cristã (Mônica, santificada pela Igreja) e de pai pagão, não é baptizado. Menospreza o cristianismo até que, aos dezoito anos, enquanto estuda em Cartago, ao ler o Hortênsio de Cícero, inicia uma procura angustiada da verdade. Após alguns anos de adesão ao maniqueísmo, converte-se primeiro a esta doutrina e posteriormente ao ceticismo. Professor de Retórica em Cartago e depois em Milão. Nesta última cidade conhece as doutrinas neoplatônicas; isto, mais o contacto com Santo Ambrósio, bispo da cidade, predispõe-o a admitir o Deus dos cristãos. Pouco a pouco apercebe-se de que a fé cristã satisfaz todas as suas inquietações teóricas e práticas e entrega-se inteiramente a ela; é baptizado em 387. Passa por Roma e regressa à sua Tagaste natal, na costa africana, onde organiza uma comunidade monástica. Ordenado sacerdote em 391, quatro anos mais tarde é já bispo de Hipona, cargo em que desenvolve uma actividade pastoral e intelectual extraordinária até à sua morte.

Font:http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2011/01/confissoes-santo-agostinho-biografia-do.html

Relacionados aos seus interesses

0 comentários