Combate Espiritual II parte




       O clássico texto de São Paulo aos efésios (6,10-20) a armadura do Cristão é o exemplo mais conhecido dessa “guerra espiritual “. Há também outras passagens bíblicas que atestam esta realidade ( Fl 1,30; I tm1,18; 6,12, II Tm 4,7). São Clemente Romano vai dizer “De fato estamos na mesma arena, e o mesmo combate nos espera”. Já Santo Ambrosio diz “Onde á combate, há coroa, lutas no mundo, mas é coroado por Cristo”; São Tomás de Aquino afirma” para nos salvar devemos combater e vencer”, São Francisco Sales nos orienta “Quem nesse combate não é vencedor
É vencido”.
      No livro imitação de Cristo podemos observar “ O demônio não dorme, nem a carne ainda esta morta: por isso não cesses de te armar para a batalha”. Esse combate espiritual não acontece em uma “outra dimensão”; ou nas regiões celestiais” o palco sobre o qual se desenrola, é a terra onde habitamos (Ap 12,12). “ Só um louco não vê, o estulto não compreende”(Sl 91,7). Ao ver os sinais tão evidentes desse combate acontecendo. O papa João Paulo II afirmou : “Estamos no meio de uma luta entre as forças do mal, e as forças da redenção”(A queda dos anjos rebeldes)

     Sábias foram as palavras do Papa Paulo VI ao dizer que “O Cristão deve ser: Militante, vigilante e forte” (Livrai-nos do mal). Todo batizado, sem exceção é chamado a ser “ Soldado de Cristo” (II Tm 2,3). Tertuliano um dos padres da igreja no século III chamava o sacramento do Batismo de “Sacramento Militare”. Sacramento do combate. Para ele, batizar-se correspondia ao ingresso ao ingresso imediato na milícia de Cristo e aptidão para as lutas que deveria travar. A sagrada escritura nos relata: “ A vida do homem sobre a terra é uma guerra” (Jó 7,1). A guerra “espiritual” é assunto de vital importância para a santa Madre Igreja; a espera da vida ou da morte; caminha para a sobrevivência ou a ruína cumpre, pois, que seja amplamente estudada. São Luis Maria Grignion Monfort escreveu: “ Pode porventura, amar aquilo que não conhece”; São Francisco de Sales nos ensina:

 “ O conhecimento é preciso para a produção do amor: porque poderíamos amar aquilo que não conhecemos?” Nesta guerra nos conhecemos de que lado nos encontramos; do lado de Cristo, Crucificado e da bem aventurada Virgem Maria. Amados filhos da Igreja a “Guerra Espiritual” é assunto sério; é de se espantar que os cristãos se lancem a esta guerra sem um profunda reflexão. Sócrates o filosofo disse “Uma vida sem ser examinada não vale a pena ser vivida”. Um combatente sem ser examinado não vale à pena combater. Porque quando entrares no campo de batalha, rapidamente estarás morto por não teres conhecimento no combate.

 Ir.Trovão


Relacionados aos seus interesses

4 comentários

  1. BOM DIA SOLDADOS CATÓLICOS, RECEBI SEU RECADINHO E VIM AQUI PARTICIPAR MEU BLOG É DE CATEQUESE, OBRIGADA DESDE JÁ.
    http://jardimdafe.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, parabéns pelo blog. Respondendo ao seu gentil convite deixado em meu blog Christe eleison (www.christeeleyson.com), gostaria de me inscrever na categoria mais genérica, Só Blogs católicos. Obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Excelente texto e excelente blog. Obrigada pela visita e pela iniciativa de divulgação. O blog Nova Civilização fica feliz em participar!

    Voltarei mais vezes gostei muito dos conteúdos,

    abraços fraternos

    Gisele

    ResponderExcluir
  4. Olá,A Paz de Jesus, sou o José Alves, recebi com muita alegria o seu comentário no meu blog "A realidade é Cristo", www.realidadecristo.tk, ficarei feliz em participar dessa obra de evangelização. quero inscrever meu blog em "Só Blogs católicos". Obrigado!

    ResponderExcluir